Description

Ayn Rand foi a primeira filósofa a reconhecer que o livre-arbítrio está na raiz não só da ética, mas também da epistemologia. Ao identificar que “o homem é um ser de consciência volitiva”, que a escolha de pensar ou não é um ato de livre-arbítrio, ela revolucionou nossa compreensão da relação entre consciência e existência. Nessas palestras, ministradas na Lyceum Conference de 1999, o Dr. Binswanger apresenta e valida a teoria objetivista do livre-arbítrio, com ênfase na relação entre volição e orientação para a realidade.

Os tópicos incluem:

  • foco mental: o que exatamente é “foco”? como sabemos que o foco é volitivo? foco X concentração
  • devaneio, evasão, “meta-evasão” e automonitoramento”
  • o erro em perguntar “o que faz um homem se concentrar e outro não?”
  • livre-arbítrio como base de objetividade e determinismo como premissa do misticismo